Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



presa na minha alma

Terça-feira, 27.11.12

 

Uma lágrima cai silenciosa, arrastando com ela uma dor que ficou presa na minha alma.

 Corre devagarinho pelo rosto, tocando de leve os meus lábios, num beijo que guarda o gosto a sal.

Desagua serena num pranto calado que eu escondo por detrás de um sorriso…

 Uma lágrima que se faz emoção nos sentidos que foram de alguém e se fizeram meus.

 Nasce de um desejo acordado pelo toque suave de uma carícia escrita com as pontas dos dedos, de um beijo sentido nas palavras ditas em silencio…

 Uma lágrima que é simplesmente mulher.

Real ou sonhada, já não sei…

Ela é palavra ao vento e alma de Outono, sorri nas lágrimas e chora os sorrisos…

Mas é uma só, simples, feita de sentidos e emoções, de sonhos e de realidades, de passado e presente…

 Um ser perdido no vazio em que se deixou prender e que naufragou nas sensações gravadas no corpo, no coração…na alma!

 Uma lágrima que alguém guardou  na mão, aprisionando o amor que em silencio se faz poema nas palavras escritas… ~

Lágrima que se faz mar de saudade e que beija ternamente os lábios de quem a faz nascer…

 Lágrima sentida que não é mais do que eu…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por analopo às 10:12





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930